fbpx

Preparando o inevitável: 5 benefícios do planejamento sucessório

By |2017-02-09T13:31:41+00:00fevereiro 9th, 2017|Holding|

Vale realmente a pena realizar a doação dos bens aos meus herdeiros, adiantando o direito de herança?

Existem benefícios financeiros nisso?

SIM, existem muitos benefícios, e este artigo vai tratar justamente desse assunto.

Se você possui algumas dúvidas relacionadas à este tema, você está no lugar certo, acompanhe nosso artigo até o final e entenda melhor como funciona o adiantamento de herança no Brasil.

Planejamento sucessório, o que é?

Muitas vezes por medo ou por egoísmo as pessoas não se interessam pelo tema da própria morte. Não é um problema pra quem se vai, mas sim para os filhos ou demais herdeiros, que ficam.

Pode ser bem arriscado acreditar que, quando nossa hora chegar, os nossos herdeiros se entenderão e tudo será dividido de maneira pacífica.

E justamente para enfrentar esse tipo de conflito que surgiu a ferramenta jurídica do planejamento sucessório.

Estamos tratando aqui de um procedimento voltado para permitir que, com o evento morte, a transferência de bens para os herdeiros se faça da melhor maneira possível, de forma ordenada e inteligente.

Vamos listar aqui embaixo alguns dos principais benefícios de um planejamento sucessório bem orquestrado.

Os 5 benefícios do planejamento sucessório.

Diminuição da carga tributária

Normalmente na sucessão em decorrência do falecimento, os impostos e custas processuais são altíssimos, o que pode facilmente ser evitado com o devido planejamento sucessório.

Este planejamento se feito com bastante cuidado, na maioria das vezes poderá ocasionar até mesmo a isenção do imposto de transmissão de propriedade.

Dispensa de gastos futuros com honorários advocatícios

Uma vez realizada a doação em vida dos seus bens, no futuro, quando a hora chegar, os sucessores não terão o trabalho e a despesa de procurar e contratar um advogado.

Com o planejamento sucessório, o patriarca já fez a sua parte e deixou tudo resolvido em vida, o que ocasionará no momento difícil da perda, menos dor de cabeça e preocupação aos filhos no momento do luto.

Evita conflito entre os herdeiros

Como o pai de família já se programou e estabeleceu tudo em vida, com o seu falecimento não haverá desentendimento entre os herdeiros, uma vez que por ele já foi separado e transmitido aos seus sucessores o que lhes cabe por direito.

Agilidade na transferência dos bens

Diferente do inventário que pode levar anos para a sua conclusão – principalmente se feito na via judicial – a doação de bens em decorrência da estruturação de uma empresa Holding Familiar é algo rápido e eficiente.

Blindagem patrimonial

O maior medo do patriarca é efetuar o planejamento sucessório e seus herdeiros não estarem aptos para o receber, o que poderá acarretar a dilapidação de seu patrimônio.

No entanto, se feito por um especialista a situação poderá se reverter e o patriarca ter ainda mais segurança com os seus bens, protegendo-os de maneira mais eficiente.  

Conclusão

Podemos notar através desses benefícios que o planejamento sucessório pode ser uma ótima ferramenta para evitar problemas futuros.

Note que, o principal segredo de um planejamento de sucesso, é confiar seus bens nas mãos de profissionais qualificados.

Vale muito a pena deixar claro que como via de regra, nenhum benefício é absoluto, e com o assunto aqui abordado não poderia ser diferente.

Procure sempre um profissional que tenha a capacidade de entender e compreender as necessidades específicas do seu caso.

Caso tenha alguma dúvida, deixe-a nos comentários.

About the Author:

Pedro Ribeiro
Advogado e Empresário - Diretor Executivo da Guardians - Especialista em Direito Constitucional e em Direito Tributário.